Um guarda-roupa enxuto e muita criatividade são a chave para o consumo consciente

Um guarda-roupa enxuto e muita criatividade são a chave para o consumo consciente.

quando pensamos na indústria da moda e nos impactos causados por ela, raramente paramos para entender nossa responsabilidade nisso tudo. E ela não é pequena.

Não pretendo aqui, de forma alguma, responsabilizar o consumidor, já que, para quem está fora desse mercado, ter uma noção sobre a complexa e longa cadeia de produção não é tarefa fácil.

Apesar dos impactos sociais e ambientais negativos trazidos por essa indústria não serem recentes, apenas com a globalização e a facilidade de acesso às informações passamos a compreender mais profundamente os problemas desse setor. E esse conhecimento nos oferece a chance de ir em busca de uma mudança.

Leia Mais

A natureza da liderança deve mudar quanto mais decisões a IA tomar

A natureza da liderança deve mudar quanto mais decisões a IA tomar.

É tentador considerar a inteligência artificial (IA) uma ameaça para a liderança humana. Afinal, o intento primordial da IA é aumentar, melhorar e, em última instância, substituir a inteligência humana, ainda amplamente vista, ao menos por nós humanos, como nossa principal vantagem competitiva. Não há motivo para acreditar que a liderança não será atingida pelo impacto da IA. De fato, é bastante provável que a IA irá suplantar muitos dos aspectos mais “rígidos” da liderança, isto é, as partes responsáveis pelo processamento cognitivo puro de fatos e informações. Concomitantemente, prevemos que a IA também fará com que uma ênfase maior seja dada aos elementos “flexíveis” da liderança — os traços de personalidade, atitudes e comportamentos que permitem às pessoas ajudar os outros a atingir um objetivo comum ou propósito compartilhado.

Leia Mais

9 ilhas artificiais: o plano da Dinamarca para o Vale do Silício europeu

Projeto de ilhas artificiais em Copenhagen, Dinamarca (Foto: Reprodução/Urban Power)

Copenhagen tem um plano pouco tradicional para se tornar o Vale do Silício europeu. A capital da Dinamarca pretende construir nove ilhas artificiais em sua costa para hospedar um hub de inovação. O plano, aprovado pelo governo local, é de fazer isso na região de Hvidovre, localizada no sul da área metropolitana de Copenhagen. O projeto é da firma de arquitetura Urban Power.

O projeto resultaria na criação de 33 milhões de metros quadrados. A previsão é que sejam criados 12 mil vagas de emprego em áreas de ponta, como biotecnologia. “Estamos mirando companhias de alta tecnologia, mas há a necessidade de criação de produtos para a vida cotidiana também”, afirmou à agência de notícias dinamarquesa Ritzau o ministro da indústria e negócios Rasmus Jarlov.

Leia Mais

Cachorro robô promete eficiência e segurança na entrega de encomendas

A companhia alemã Continental é conhecida por vender pneus e artigos automotivos. Na feira de tecnologia CES 2019, em Las Vegas (EUA), um produto (bastante) diferente levou os visitantes ao estante da marca: um cachorro robô autônomo que promete entregar encomendas com eficiência e segurança em uma cidade inteligente.

Segundo a Continental, o objetivo dos cães é agilizar a última etapa da cadeia logística da empresa — entregando os pacotes, se possível, nas mãos dos clientes.

Leia Mais

O feedback nas avaliações 360 graus deveria ser anônimo

O feedback nas avaliações 360 graus deveria ser anônimo

Mas era evidente quem havia feito os comentários negativos na avaliação de um executivo.

Lance Best, CEO da Barker Sport Apparel, estava reunido com Nina Kelk, diretora jurídica da empresa, que também supervisionava o departamento de recursos humanos. Havia sido um longo dia na sede da companhia em  Birmingham, Inglaterra, e no início da noite os dois estavam lendo as avaliações de cada um dos subordinados de Lance.

Leia Mais

Problemas com inovação? Atente-se à sua equipe

Problemas com inovação? Atente-se à sua equipe

Imagine uma equipe cinco estrelas tocando uma nova iniciativa que poderia mudar o futuro da empresa. Todos estão otimistas, e a equipe aventura-se com sucesso em um território inexplorado, porém muito promissor. Aí, então, os resultados começam a demorar mais do que o esperado, e, depois de tanto tempo fora da zona de conforto, os profissionais envolvidos, apesar de seu histórico de alto desempenho, não conseguem atuar em um ambiente desconhecido.

As perspectivas da equipe mudam, e fica evidente que não conseguirá enfrentar a tempestade das inevitáveis incertezas da concretização da nova oportunidade organizacional.

Leia Mais

A ideia que surgiu numa fila e hoje rende bilhões de dólares por ano à Disney

A ideia que surgiu numa fila e hoje rende bilhões de dólares por ano à Disney

Andy Mooney estava na fila de um espetáculo de patinação no gelo em Phoenix, no Arizona, quando teve a ideia que rende até hoje bilhões de dólares por ano à Disney.

Isso foi em 2000, logo depois que Mooney, um escocês, foi nomeado chefe da divisão de produtos de consumo da gigante do entretenimento.

Leia Mais

Carro autônomo: conheça o ‘motorista à distância’ e outros empregos do futuro

Carro autônomo: conheça o motorista à distância e outros empregos do futuro

Ben Shukman dá uma breve olhada de canto de olho enquanto conduz o carro em um intenso tráfego por ruas com palmeiras alinhadas em Las Vegas. A chuva e o famoso brilho da cidade na estrada molhada avolumam as condições desfavoráveis para dirigir.

Essa é a primeira vez que ele trafega na área. Mas, na verdade, Shukman nunca visitou Vegas – e ele sequer está lá neste momento. Embora esteja dirigindo o carro pelas movimentadas ruas da cidade, ele está fisicamente a 800 quilômetros dali, em Mountain View, na Califórnia.

Leia Mais

Carros conectados podem ser hackeados?

Muita gente não vê a hora de entrar em um carro autônomo. Infelizmente, os hackers também estão ansiosos para explorar as fraquezas dos aplicativos presentes nos carros tecnológicos.

De “corridas fantasma” — como o que ocorreu na Austrália, onde um homem fez mais de 30 corridas de graça em um aplicativo de compartilhamento — a roubo de veículos e controle de carros, o número de ataques multiplicou por seis nos últimos quatro anos, de acordo com uma pesquisa da empresa de cibersegurança Upstream Security. A Bloombergselecionou os maiores riscos:

Leia Mais

Startup de turismo espacial de bilionário chega ao espaço pela 1ª vez

A Virgin Galactic, empresa de turismo espacial do empresário Sir Richard Branson, atingiu um feito histórico na noite desta quinta-feira (14/12). A companhia foi capaz de enviar uma nave tripulada por humanos até o espaço pela primeira vez. O marco vem após 14 anos da fundação da visionária startup.

A nave da companhia, chamada de SpaceShip Two, foi capaz de atingir uma altitude de 82,68 km—tecnicamente, de acordo com definições do exército americano e da Nasa, chegou ao espaço. Por outro lado, a nave não chegou a ultrapassar a Linha de Karman, a 100 km acima da linha do mar, e geralmente aceita como limite entre a atmosfera e o espaço aberto. O recorde anterior da companhia era de uma altitude de 52 km.

Leia Mais

As lições do jovem de 32 anos que criou o primeiro unicórnio de Hong-Kong

“Apenas comece. Você não chegará a lugar algum se não começar”. A frase é do empreendedor asiático Steven Lam. Ele tentou executar uma ideia de negócio aparentemente simples, mas no caminho viu outro problema que podia ser resolvido e deu um passo atrás. Com isso, levou o negócio para seis países e criou a primeira startup a valer US$ 1 bilhão em Hong Kong. O unicórnio em questão é a GoGoVan, empresa de entregas expressas — com vans e caminhões — que possui 2 mil funcionários e uma rede de 8 milhões de motoristas em 300 cidades.

A startup, que afirma ter criado o primeiro aplicativo de entrega de serviços/produtos no país, foi fundada com capital inicial de US$ 2,5 mil e cresceu tanto que recebeu investimentos — incluindo Jack Ma, fundador do Alibaba — até se fundir, no ano passado, com a empresa chinesa de logística 58 Suyu. Por trás dessa história de sucesso, está Lam.

Leia Mais

Esquecemos que antes de sermos criativos, precisamos ser produtivos

Roteirista do canal OFF, criador do programa 7Cumes e autor do livro “Escalando Sonhos”Gustavo Ziller vai começar seu mestrado em 2019. Irá defender na academia a tese que começou a construir na sua vida depois de sofrer um burnout. Há seis anos, após voltar de uma palestra, ele ‘apagou’ dentro de um carro no trânsito de São Paulo e só acordou no hospital. Aos 38 anos, estava esgotado.

Leia Mais

7 produtos que fracassaram por ‘excesso de inovação’ e falta de utilidade

7 produtos que fracassaram por 'excesso de inovação' e falta de utilidade

A inovação de produtos é uma das formas pelas quais as grandes empresas mantêm a competividade em um mercado que muda rapidamente. No entanto, isso nem sempre ocorre quando as grandes marcas tentam se modernizar.

Quando o excesso de inovação atrapalha a usabilidade do produto ou simplesmente não agrega valor ao artigo, o resultado é um verdadeiro fracasso.

Confira abaixo sete exemplos de investimentos que deram errado: Leia Mais

Coreia do Sul já tem rede 5G, mas não para smartphones

Coreia do Sul já tem rede 5G, mas não para smartphones

Operadoras da Coreia do Sul se reuniram no último fim de semana para lançar a primeira rede comercial de 5G da região. A quinta geração da internet móvel estreou no país asiático ainda com severas restrições e promessas de avanço para o mundo todo.

Participaram do lançamento as provedoras SK Telecom, KT e LG Uplus. A primeira chegou a fazer uma demonstração da tecnologia de internet 5G usando um protótipo de smartphone da Samsung com suporte à rede numa série de chamadas de vídeo ao vivo. Leia Mais

Conferência climática COP24 começa hoje na Polônia

Conferência climática COP24 começa hoje na Polônia

A cidade de Katowice, na Polônia, abre a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 24). Sob o clima gelado do inverno polonês, a ONU começa as negociações com a expectativa de que os 196 países-membros possam fazer um plano de ação e mostrem como vão implementar o chamado Acordo de Paris, firmado em 2015 pelas nações com o objetivo de conter as emissões de gases de efeito estufa e manter o aumento da temperatura global abaixo de 2º, se possível em até 1,5º. Leia Mais

Como a Mastercard se associou às startups para inovar

Como a Mastercard se associou às startups para inovar

Avanços tecnológicos foram a ruína de empresas que eram gigantescas em um passado não muito distantes. Kodak e Blockbuster são os exemplos mais latentes dessa decadência.

A Mastercard não quer que o mesmo aconteça. Por isso, passou por um processo de mudança intenso.

A opinião é de João Pedro Paro Neto, CEO da empresa no Brasil e no chamado Cone Sul, região que engloba Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai. Leia Mais

Nova Zelândia rejeita pedido para usar 5G da Huawei citando riscos à segurança nacional

Nova Zelândia rejeita pedido para usar 5G da Huawei citando riscos à segurança nacional

A agência de inteligência da Nova Zelândia rejeitou o primeiro pedido da indústria de telecomunicações do país para usar equipamentos 5G fornecidos pela chinesa Huawei Tecnologies, citando preocupações sobre segurança nacional.

A fornecedora de serviços em telecomunicação Spark New Zealand, que fez o pedido, disse nesta quarta-feira que irá avaliar o argumento antes de considerar novos passos.

A decisão ocorre no momento em que países ocidentais se tornam cada vez mais cautelosos sobre o que dizem ser envolvimento do governo chinês em celulares de quinta geração (5G) e outras redes de comunicação. A Huawei tem insistidamente repetido que Pequim não tem influência alguma sobre a companhia. Leia Mais

Os entraves à implantação do modelo Agile

Os entraves à implantação do modelo Agile

Muitas empresas, com o intuito de se tornarem mais adaptativas, apressaram-se a implementar o desenvolvimento de software Agile, porém grande parte delas acabou perdendo agilidade devido à forma de condução desse processo. O ganho de agilidade ocorreu apenas em teoria, já que, em muitos casos, o procedimento adotado afeta a motivação e a produtividade da engenharia de software. Leia Mais

5 inovações que vão transformar o mundo em 5 anos, segundo a IBM

5 inovações que vão transformar o mundo em 5 anos, segundo a IBM

A IBM divulgou nessa segunda-feira (19/03) o IBM Research’s “5 in 5”, relatório que aponta as cinco tecnologias que a empresa acredita que irão remodelar os negócios e a sociedade nos próximos cinco anos.

Confira a seguir quais são essas tendências e como vão transformar o mundo:

“Âncoras criptográficas” e blockchain irão ser usadas contra falsificadores
Segundo a IBM, âncoras criptográficas – computadores menores que um grão de sal – serão embutidos em dispositivos. Essa tecnologia será usada em conjunto com blockchain para garantir a autenticidade de um objeto desde seu ponto de origem até que chegue ao consumidor. Leia Mais

Fiat e VW lançam concessionárias digitais

Fiat e VW lançam concessionárias digitais

A experiência digital chega às lojas de automóveis. Na terça-feira, 27, a Fiat vai inaugurar em São Paulo a primeira concessionária no País onde há apenas três carros expostos, mas a linha completa de produtos da marca pode ser vista de todos os ângulos e em todas as cores e opcionais disponíveis por meio de recursos digitais. É possível até “entrar” no veículo com equipamento de realidade virtual. Em dezembro será a vez da Volkswagen iniciar um projeto piloto semelhante em 10 revendas, sendo duas na cidade de São Paulo. Leia Mais

Pesquisadores do MIT criam avião que dispensa combustível ou turbina

Pesquisadores do MIT criam avião que dispensa combustível ou turbina

Pesquisadores do MIT afirmam ter desenvolvido o primeiro avião do mundo que não exige nenhuma parte móvel para se locomover. Em artigo publicado na revista científica Nature, os engenheiros descrevem o avião experimental que pesa cerca de 2,5 kg e que não precisa girar, por exemplo, as pás das turbinas para impulsionar o voo, tampouco movimenta as asas e não exige queima de combustíveis fósseis.

Para chegar ao feito, os engenheiros usaram propulsão eletroaerodinâmica, que utiliza um par de eletrodos para empurrar íons e criar vento iônico. O fenômeno é conhecido desde a década de 1960, mas esta é a primeira vez que ele é usado para impulsionar um avião. Leia Mais

Vai faltar capital humano para acompanhar a inovação tecnológica no Brasil

Vai faltar capital humano para acompanhar a inovação tecnológica no Brasil

Startups, inteligência artificial, venture capital, indústria 4.0… o vocabulário da inovação é extenso e representa uma gama de novos negócios que estão surgindo no Brasil e no mundo. Mas se a tecnologia avança a passos largos, o que dizer sobre o capital humano? No Brasil e lá fora (mas muito mais aqui), a falta de mão de obra especializada para acompanhar o avanço do mercado é uma preocupação constante.

Durante o Tech Summit, evento promovido hoje (22/11), representantes de startups, grandes empresas e venture capital concordam em um ponto: do jeito que o futuro se desenha, vai faltar gente qualificada para dar conta do avanço dos negócios brasileiros. Leia Mais

Como produtos inteligentes e conectados estão transformando as empresas

Como produtos inteligentes e conectados estão transformando as empresas

A evolução de produtos em dispositivos inteligentes e conectados — que estão cada vez mais incorporados em sistemas maiores — está reformulando radicalmente as empresas e a competição.
Termostatos inteligentes controlam uma série cada vez maior de dispositivos domésticos, retransmitindo dados de utilização ao fabricante. Máquinas industriais inteligentes conectadas em rede coordenam e otimizam automaticamente o trabalho. Carros enviam dados sobre funcionamento, localização e ambiente aos fabricantes e recebem atualizações de software que melhoram o desempenho ou identificam problemas antes que ocorram. Os produtos continuam a evoluir muito depois de entrarem em operação. O relacionamento das empresas com seus produtos — e clientes — está se tornando contínuo e com duração indeterminada. Leia Mais

Regra da lei da informática poderá liberar R$ 800 milhões para fundos

Regra da lei da informática poderá liberar R$ 800 milhões para fundos

Uma portaria do MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) vai permitir que as empresas beneficiadas pela Lei da Informática possam aportar dinheiro em fundos que investem em startups.

O montante anual será de aproximadamente R$ 826 milhões, se calculado com base nos números de 2016, o ano mais recente para o qual há dados disponíveis.

A Lei da Informática, de 1991, permite dedução de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para companhias que investem em pesquisa e desenvolvimento internamente e também em instituições credenciadas. Leia Mais

No futuro a polícia usará algoritmos para prender bandidos

No futuro a polícia usará algoritmos para prender bandidos

A cidade onde nasceu uma das organizações mafiosas mais perigosas do mundo, a Camorra, também é o berço de uma tecnologia que está ajudando a modernizar a forma como a polícia italiana combate o crime. Um agente policial de Nápoles criou o X-law, um sistema informatizado baseado em um algoritmo que permite “prever crimes”. Este sistema foi usado para prender um homem de 55 anos em Mestre, uma pequena localidade a 8km de Veneza, quando ele estava prestes a realizar um roubo.

O algoritmo estava sendo usado no norte do país havia apenas alguns dias. Eram 3h45 da manhã quando o porteiro do bar de um hotel alertou a polícia que havia visto um homem “grande e corpulento” entrar no edifício após arrombar uma porta de vidro. Leia Mais

Volkswagen vai investir US$50 bi em veículos elétricos

Volkswagen vai investir US$50 bi em veículos elétricos

A Volkswagen espera se tornar a mais lucrativa fabricante de veículos elétricos graças a um plano multibilionário de expansão rumo à produção em massa de carros movidos com baterias elétricas, disse o presidente-executivo da companhia, Herbert Diess, nesta sexta-feira.

A Volkswagen espera investir quase 44 bilhões de euros (US$ 50 bilhões) no desenvolvimento de carros elétricos e autônomos e em novos serviços de mobilidade até 2023, além de explorar outras áreas de cooperação com a norte-americana Ford. Leia Mais

Os 35 jovens mais inovadores da América Latina, segundo o MIT

Os 35 jovens mais inovadores da América Latina, segundo o MIT

Desde 2012, o MIT Technology Review seleciona os jovens latino-americanos mais inovadores, entre os mais talentosos inventores e empreendedores com menos de 35 anos da região que estão desenvolvendo novas tecnologias para solucionar os maiores problemas enfrentados pela sociedade.

Neste ano, as 9 mulheres e os 26 homens selecionados trabalham em áreas diversas, como o desenvolvimento de próteses, novas formas de pagamento, polinização, robôs, inteligência artificial e novos tratamentos médicos. Há 11 brasileiros na lista. Leia Mais

China começa a explorar desenvolvimento da tecnologia móvel 6G

China começa a explorar desenvolvimento da tecnologia móvel 6G

Pesquisadores chineses começaram a explorar os conceitos do que será a sexta geração da tecnologia móvel, em um momento em que o país asiático ainda está promovendo a comercialização das redes 5G, Segundo informações divulgadas nos meios de comunicação chineses.

A China começará formalmente com a pesquisa e o desenvolvimento da tecnologia móvel 6G em 2020 com o objetivo de comercializá-la em 2030.

Segundo declarou Su Xin, chefe do grupo de trabalho para desenvolver a rede 5G dentro do Ministério de Indústria e Tecnologias da Informação, a China espera que a rede 6G amplie a cobertura a altitudes ainda mais altas e ofereça velocidades de transmissão de 1 terabyte por segundo, ou seja, uma velocidade dez vezes mais rápida que a tecnologia 5G. Leia Mais

O novo poder está na informação

O novo poder está na informação

Dados são o novo poder. Porém a informação valiosa para as empresas não é uma cláusula da legislação trabalhista, o discurso do presidente que acabou de assumir ou a dança das ações na Bolsa de Valores. O poder da informação está nos trilhões de dados produzidos atualmente ao redor do mundo, pequenas lascas de conhecimento que podem não fazer nenhum sentido quando perdidas em meio a tantas outras, mas são valiosas quando reunidas, codificadas e analisadas.

Estima-se que, em 2025, daqui a apenas sete anos, o mundo alcance 163 zettabytes de informação (cada zettabyte corresponde a 1 trilhão de gigabytes). “Nunca se criaram tantos dados na humanidade…” No entanto, 80% dos dados produzidos hoje em dia não são estruturados, isto é, estão inseridos em diversos textos aleatórios ou até mesmo em imagens e vídeos, e precisam ser garimpados. Leia Mais

Construção verde: o setor que vai oferecer milhões de empregos

Construção verde: o setor que vai oferecer milhões de empregos

Uma sequência de colinas, cobertas por flores nativas, suculentas e canteiros de morangos silvestres, se erguem ao redor de Scott Moran. Borboletas voam de flor em flor, enquanto ele observa um casal de falcões de cauda vermelha ensinando os filhotes a caçar no topo das montanhas.

Moran não está contemplando uma paisagem bucólica no campo. Na verdade, ele está em seu horário de almoço, no topo do prédio em que trabalha, no centro de São Francisco, nos Estados Unidos. O burburinho da agitação da vida urbana o cerca por todos os lados. Leia Mais

Ambev e Volkswagen completam fase de testes de caminhão elétrico

Ambev e Volkswagen completam fase de testes de caminhão elétrico

A Ambev e a Volkswagen anunciaram nesta terça-feira (13/11) o primeiro avanço de seu projeto conjunto que trará 1,6 mil caminhões elétricos para a frota parceira da cervejaria até 2023. As companhias concluíram a primeira fase de testes, iniciada em setembro, do primeiro caminhão elétrico para transporte de bebidas — veículo com zero emissão de carbono, micropartículas e óxidos de nitrogênio (NOx).

Com duração de 30 dias, a primeira fase de testes foi realizada na cidade de São Paulo. A escolha pela capital paulista foi feita por conta do desafio maior trazido pelo trânsito, conforme aponta o diretor de sustentabilidade e suprimentos da Ambev, Guilherme Gaia. Leia Mais

Empresa brasileira fornecerá tecnologia ao Pentágono

Empresa brasileira fornecerá tecnologia ao Pentágono

Com um contrato milionário conquistado por licitação, uma empresa de Campinas (SP) irá fornecer sistemas de identificação biométrica para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos. A tecnologia da Griaule, já utilizada nacionalmente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), será operada pelos governos do Afeganistão e do Iraque – com um software multimodal que, além de lidar com impressões digitais, também incluirá impressões impressões palmares (das palmas das mãos), imagens faciais e das íris dos olhos.

“Teremos um período de implementação de cerca de um ano e a vigência total do contrato é de cinco anos, com a possibilidade de prorrogação para outros períodos adicionais”, explica o gerente operacional da Griaule, Renato Burdin. Leia Mais

Celulares dobráveis poderão rodar até três apps simultâneos, revela Google

Celulares dobráveis poderão rodar até três apps simultâneos, revela Google

O Google tem preparado novidades interessantes para os smartphones dobráveis. Em breve, o Android permitirá que o usuário execute três aplicativos de forma simultânea na tela do smartphone quando este estiver aberto. Além disso, a plataforma deve receber melhorias no que diz respeito à execução de apps em múltiplos displays.

De acordo com o Google, uma das principais vantagens dos novos telefones dobráveis deve ser no multitarefas. Em uma sessão dedicada a esses dispositivos, a empresa explicou que o usuário poderá rodar até três aplicativos ao mesmo tempo: um principal do centro do display e outros dois secundários do lado direito. Isso permitiria, por exemplo, navegar na Web ao mesmo tempo em que se confere uma localização no Maps e se conversa no WhatsApp. Leia Mais

Com inteligência artificial, fintechs terão tempo para criar novos produtos

Com inteligência artificial, fintechs terão tempo para criar novos produtos

Livrar as pessoas de atividades mais manuais e possibilitar um trabalho efetivo de pensar em novos produtos. É dessa forma que um dos fundadores da Fisher Venture Builder, Pietro Bonfiglioli, enxerga o uso de inteligência artificial (IA) no mercado de fintechs.

“Hoje, temos muito uso de IA em interface com o cliente — com chatbots e robôs de investimentos, por exemplo. Essas ferramentas automatizam e dão escalabilidade para atividades que antes precisavam de pessoas”, explica Bonfiglioli. “Quando eu vejo o futuro para IA que cabe nesse mercado, enxergo uma aplicação no sentido de liberar espaço para que as pessoas possam gerar produtos de melhor valor para os clientes”, afirma. Leia Mais

O poder transformador do Open Banking

O poder transformador do Open Banking

A implementação de serviços digitais já é uma prioridade, em 2018, para 85% das 221 instituições financeiras entrevistadas em uma pesquisa global elaborada pela consultoria EY. Esse mesmo estudo mostrou ainda que 70% das empresas planejam investir em tecnologia para fortalecer seu posicionamento competitivo e ganhar mercado.

É inegável a transformação que o uso da tecnologia trouxe para todos os segmentos. Com o setor financeiro não podia ser diferente, basta pensar em como era um banco há 15 anos. Leia Mais

Volkswagen quer vender carros elétricos por menos de US$23 mil

Volkswagen quer vender carros elétricos por menos de US$23 mil

A Volkswagen pretende vender carros elétricos por menos de 20 mil euros (22,8 mil dólares) e proteger empregos na Alemanha por meio da conversão de três fábricas que produzirão os modelos rivais da norte-americana Tesla, afirmou uma fonte com conhecimento dos planos.

A Volkswagen e outras montadoras estão enfrentando dificuldades para se adaptarem rapidamente às rígidas regras de emissão de poluentes depois que a companhia se envolveu em um escândalo de fraude em testes de emissão de seus veículos com motores a diesel. O presidente-executivo da Volkswagen, Herbert Diess, disse no mês passado que a indústria alemã de veículos enfrenta risco de extinção. Leia Mais

Brasil se beneficiaria se houvesse grandes eventos de economia criativa

Brasil se beneficiaria se houvesse grandes eventos de economia criativa

Pela primeira vez no Web Summit, a Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) se surpreendeu com o potencial do evento em gerar negócios. “Esse é um evento de negócios, e é mais focado do que imaginávamos. Quem vem quer investir, quer adquirir uma solução tecnológica inovadora”, afirma Fabio Galvão, coordenador de marketing da agência. A expectativa para 2019 é marcar presença novamente – e levar ainda mais empresas.

Neste ano, a Apex levou até Lisboa 20 empresas para o StartOut, na semana que vem. Dessas, as cinco startups que mais se destacaram foram selecionadas para participar do Web Summit. Leia Mais

Bill Gates exibe cocô para demonstrar sua nova tecnologia sanitária

Bill Gates exibe cocô para demonstrar sua nova tecnologia sanitária

O fundador da Microsoft Bill Gates tinha as mãos ocupadas quando subiu ao palco durante um evento em Pequim, na China, nesta terça-feira: carregava um pote com fezes humanas. O objeto fez parte do seu discurso na exposição Vaso Sanitário Reinventado, um evento de apresentação de novas tecnologias que podem evitar a propagação de doenças.

A Fundação Bill & Melinda Gates já gastou mais de US$ 200 milhões em pesquisas nessa área, nos últimos sete anos.

O pote de fezes, alertou Gates, poderia conter “nada menos que 200 trilhões de rotavírus, 20 bilhões de bactéria Shigella e 100 mil ovos de vermes parasitas”. Leia Mais

Bons exemplos são a chave para inteligência artificial

inteligência artificial

Membro do alto escalão do Google, a cientista Cassie Kozyrkov acredita que os próximos avanços em machine learning dependem mais dos fins do que dos meios. Sistemas e algoritmos de inteligência artificial já estão disponíveis aos montes, afirma ela. “O mais difícil é entender o que eles vão fazer e como eles terão a certeza de que aquilo está certo.”

A pesquisadora afirmou durante a conferência de inovação e tecnologia Web Summit 2018 que os engenheiros que trabalham com inteligência artificial precisam ter em mente quais funções esses sistemas vão desempenhar — e não apenas como o farão. “Estamos tentando mudar essa mentalidade no Google”, diz ela. “Humanos ensinam algo a esses algoritmos, então tem um nível de subjetividade aí, por isso é missão de líderes e desenvolvedores pensar o que esses sistemas podem aprender.” Leia Mais

Como as empresas “matam” a criatividade de seus funcionários

Como as empresas matam a criatividade de seus funcionários

Em 2006, quando a Disney adquiriu a Pixar, eles estavam “perdidos”. Após o sucesso de Rei Leão (1994), a companhia enfrentou mais de uma década sem lançar uma nova animação que conquistasse um patamar semelhante. A Pixar recebeu o desafio de mudar esse cenário – e aprendeu ali algumas lições para si própria. “Por que eles falharam? Porque, com o sucesso rápido, eles tiraram as conclusões erradas sobre a razão de terem sido bem sucedidos”, diz Ed Catmull, cofundador e presidente da Pixar e presidente do Walt Disney Animation Studios.

O produtor foi um dos palestrantes da HSM Expo 2018, que ocorre entre os dias 5 e 7 de novembro em São Paulo. Catmull também falou sobre como a criatividade pode ser estimulada no ambiente corporativo. Leia Mais

O inovador implante na medula que fez homem com paralisia voltar a andar

O inovador implante na medula que fez homem com paralisia voltar a andar

David M’Zwee havia escutado dos médicos que nunca mais caminharia. Mas uma técnica pioneira desenvolvida na Suíça contrariou o prognóstico.

Um implante elétrico desenvolvido por uma equipe da École Polytechnique Fédérale de Lausanne (EPFL) e colocado ao redor da medula espinhal mudou sua vida.

O que provoca a paralisia? Ela acontece quando os impulsos do cérebro para as pernas são interrompidos por uma lesão. M’Zwee sofreu uma lesão severa na medula espinhal há sete anos em um acidente esportivo. Leia Mais

Cultive a curiosidade – para aumentar o desempenho da sua empresa

Cultive a curiosidade - para aumentar o desempenho da sua empresa

A maior parte das mais extraordinárias descobertas e invenções da história, do uso do sílex para fazer fogo até veículos autônomos, tem alguma coisa em comum: são o resultado da curiosidade. O desejo de procurar informações e experiências e de explorar novas possibilidades é básico do ser humano. A curiosidade é muito mais importante para o desempenho da empresa do que se imagina. Pesquisas recentes apontam três insights sobre curiosidade relacionados aos negócios. Primeiro, cultivá-la em todos os níveis ajuda os líderes e seus funcionários a se adaptar às condições incertas do mercado e às pressões externas: quando nossa curiosidade é instigada, as decisões são tomadas com mais racionalidade e as soluções são mais criativas. Além disso, a curiosidade leva os subalternos a ter ainda mais respeito por seus líderes e a desenvolver relações de trabalho mais confiáveis e mais colaborativas com os colegas. Leia Mais

Como o debate de ideias aprimora nossa inteligência

Como o debate de ideias aprimora nossa inteligência

Tenho certeza de que você concordará se ouvir que, de maneira geral, nós, seres humanos, tentamos evitar conflito.

“Na maior parte do tempo, estamos tentando nos dar bem com as pessoas”, diz Liz Stokoe , professora de análise de conversas da Universidade de Loughborough, no Reino Unido.

Mesmo quando discordamos, tentamos dar indicações disso de forma amigável, por meio de palavras, gestos e até mesmo ritmos de fala. Leia Mais

Criptomoeda para mercado de turismo estreia no Brasil em novembro

Criptomoeda para mercado de turismo estreia no Brasil em novembro

Uma criptomoeda criada com foco no mercado de turismo terá sua estreia mundial no Brasil neste mês, como parte de um projeto de um meio de pagamento mais ágil e barato do que os tradicionais do setor.

Chamado como bestkoin, o dinheiro virtual foi desenvolvido por um grupo de empresários internacionais num projeto com sede comercial em Dubai e terá seu lançamento no mercado (ICO, na sigla em inglês) nas próximas semanas.

Dentro do plano para que a moeda seja principalmente um meio de pagamento, em vez de investimento, os criadores do projeto fizeram uma parceria com a fintech brasileira Uzzo e com a Mastercard, que permitirá a conversão de bestkoins em divisas tradicionais, como reais ou dólares, no pagamento de compras e serviços por meio de um cartão pré-pago próprio. Leia Mais

Criptomoeda “do varejo” quer promover nova relação entre consumidores e empresas

Criptomoeda do varejo quer promover nova relação entre consumidores e empresas

Tecnologias disruptivas que não saem das discussões nas empresas – como blockchain e criptomoedas – muitas vezes ficam distantes demais do dia a dia dos consumidores. Para trazer essas inovações para os usuários, a startup brasileira WiBOO desenvolveu uma criptomoeda para o varejo – utilizando como inspiração programas de fidelidade.

A plataforma da criptomoeda Wibx terá dois públicos: anunciantes, que poderão ser tanto do varejo como da indústria, e consumidores finais. As empresas colocarão créditos na plataforma em forma de criptomoedas, oferecendo os usuários a oportunidade de serem remunerados ao compartilhar conteúdos, produtos, ofertas e campanhas em redes sociais. Leia Mais

Como surgiu o controle remoto

Como surgiu o controle remoto

Tudo começou com um sentimento compartilhado por muitos telespectadores até hoje: a raiva dos anúncios. Nos anos 50, Eugene F. McDonald, presidente da Zenith Electronics, empresa de eletroeletrônicos sediada nos Estados Unidos, deu a seus engenheiros um desafio: queria um dispositivo que lhe permitisse desativar o som da TV ou mudar de canal, já que detestava assistir a intervalos comerciais.

Foi assim que nasceu o controle remoto.

A vontade de McDonald mudou a maneira como assistimos à TV, desencadeando uma revolução: deixamos de ser passivos para nos tornarmos espectadores implacáveis. Com um simples toque, podíamos ignorar o que não queríamos ver. Leia Mais

A cidade que dá cerveja e sorvete grátis a quem usa bicicleta ou transporte público

A cidade que dá cerveja e sorvete grátis a quem usa bicicleta ou transporte público

A cidade de Bolonha, no norte da Itália, criou um sistema de recompensa para os cidadãos que usam bicicleta ou transporte público em vez de carro particular – como forma de conter a poluição provocada pela emissão de gases causadores do efeito estufa que têm cada vez mais impulsionado o aquecimento do planeta.

É assim, por meio da iniciativa, que muitos ciclistas recebem cervejas, ingressos de cinema e outros “brindes” em troca de viagens que realizam pedalando. Leia Mais

Como passar um projeto de inovação para outra equipe

Como passar um projeto de inovação para outra equipe

Quase todos os líderes empresariais que conheço temem ser superados por algum arrogante especialista em tecnologia. Esse medo leva as empresas a investirem milhões no desenvolvimento de inovações revolucionárias. Porém, uma quantidade alarmante desses investimentos dá errado. A verdade é que pode estar tudo certo: sua carteira de investimentos, os indicadores de desempenho e a governança, o processo de desenvolvimento stage-gate; você pode contar com o talento certo na equipe certa. Contudo, se não fizer as transferências corretas entre as equipes, todo o seu planejamento vai por água abaixo.

Para que os projetos de inovação sejam bem-sucedidos, precisam sobreviver à transferência entre a equipe de inovação e a de execução. Sempre que uma transferência é feita, corre-se o risco de perder o controle. Leia Mais

Estudantes desenvolvem tijolos feitos a partir de urina humana

Estudantes desenvolvem tijolos feitos a partir de urina humana

Urina humana foi usada por estudantes da África do Sul para criar tijolos que não prejudicam o meio ambiente.

Tijolos comuns precisam ser submetidos a altas temperaturas em fornos para serem fabricados, o que produz uma grande quantidade de dióxido de carbono(CO2).

No projeto sul-africano, urina, areia e bactérias foram combinadas em um processo que permite que os tijolos se solidifiquem em temperatura ambiente. Leia Mais

Carros autônomos não sabem escolher quem matar em situações extremas

Carros autônomos

Já foi descoberto em pesquisas anteriores que as pessoas, geralmente, prefeririam minimizar as mortes em um potencial acidente envolvendo carros autônomos. Mas o que acontece quando as pessoas são colocadas diante de cenários mais complexos? E o que acontece quando os veículos autônomos precisam escolher entre dois cenários em que pelo menos um indivíduo pode morrer? Quem esses veículos poderia salvar e com base em que eles fariam esses julgamentos éticos?

Isso pode soar como uma versão macabra do jogo “você preferiria”, mas pesquisadores dizem que tais experimentos mentais são necessários para a programação de veículos autônomos e para as políticas que os regulam. Leia Mais

A incrível história do macarrão instantâneo

A incrível história do macarrão instantâneo

Você já se perguntou como surgiu o macarrão instantâneo?

Mais de 100 bilhões de porções do produto foram consumidas no mundo em 2017. Seria o equivalente a mais de 13 porções para cada pessoa no planeta.

Considerado um dos alimentos industrializados mais bem sucedidos do planeta, o macarrão instantâneo foi criado pelo empreendedor japonês Momofuku Ando.

O cenário era o Japão logo após a Segunda Guerra Mundial, quando parte do país havia sido destruída por bombardeios e muitas pessoas passavam fome. Leia Mais

Samsung está trabalhando em telas dobráveis para notebooks

Samsung está trabalhando em telas dobráveis para notebooks

A Samsung deve finalmente revelar ao mundo o seu tão aguardado smartphone dobrável em novembro. Mas a empresa já começou a espalhar por aí a informação de que também está trabalhando em telas flexíveis para computadores.

Quem disse isso foi Lee Min-cheol, vice-presidente global de marketing para PCs da Samsung, durante um evento sobre laptops na Coreia do Sul no começo desta semana, informou o site The Verge. O executivo não deu muitos detalhes sobre o projeto, porém. Leia Mais

Jack Ma: precisamos mudar a forma de ensinar e aprender

precisamos mudar a forma de ensinar e aprender

“A maneira como ensinamos as crianças é a mesma que há 200 anos. É baseada em transmitir conhecimento. E nós não conseguimos ensinar deste jeito uma forma de competir com as máquinas. As máquinas sempre serão mais inteligentes que os homens. As máquinas nunca esquecem, as máquinas nunca ficam bravas”. A reflexão é do bilionário Jack Ma, fundador e CEO do gigante chinês Alibaba.

Durante participação no Fórum Econômico Mundial nesta quarta-feira (24/01), Ma defendeu que a inteligência artificial e o uso dos robôs terão um enorme impacto nas indústrias e serão responsáveis pela eliminação de empregos em massa. Leia Mais

Inteligência artificial é usada para combater o caos aéreo

Inteligência artificial é usada para combater o caos aéreo

Voos atrasados não significam apenas filas nos salões de embarque. Eles também resultam em prejuízo financeiro – tanto para o passageiro, quando perde compromissos importantes ou tem gastos extras com a permanência no aeroporto, quanto para as companhias aéreas, que veem travar sua principal atividade.

Remanejar o embarque de passageiros, acionar mais pessoal em terra, manobrar de forma imprevista outras aeronaves no pátio… tudo que o atraso na decolagem torna necessário fazer custou, em média, US$ 68,48 por minuto às aéreas dos Estados Unidos no ano passado, segundo a Airlines for America, associação das principais empresas do setor no país. Leia Mais

Startup quer substituir suas senhas por anéis

Startup quer substituir suas senhas por anéis

Imagine: você tenta entrar no Facebook em um computador novo. Após inserir sua senha, o site diz que irá enviar uma mensagem de celular com um código, para se certificar de que você é você. Mas em vez de procurar pelo seu smartphone, você simplesmente acena com a mão, e consegue magicamente entrar na rede social. Isso já é realidade.

Essa interação é possível por meio de um anel, desenvolvido pela startup Motiv. O dispositivo foi criado inicialmente para rastrear sinais vitais durante atividades físicas, mas agora pode ser usado também para autenticação na internet. Leia Mais

Caneca inteligente mantém a temperatura da bebida e diz quanta cafeína você ingeriu

Caneca inteligente mantém a temperatura da bebida e diz quanta cafeína você ingeriu

Uma startup criou o sonho de muitos viciados em café: uma caneca que mantém a bebida na temperatura ideal e ainda mede a quantidade de cafeína ingerida naquele dia. A invenção é da empresa Ammunition. Seus copos já eram famosos nos Estados Unidos: a tecnologia da empresa permite que o usuário escolha a temperatura exata de sua bebida, e promete mantê-la estável enquanto houver líquidos dentro dela.

A novidade agora é a contagem de cafeína, que foi possível com o desenvolvimento de um aplicativo. A empresa diz que irá trabalhar com o Apple Health e apps de monitoramento de sono, para avaliar a correlação entre a ingestão de cafeína, a frequência cardíaca e outros indicadores de saúde. Leia Mais

É possível ser ágil quando se trabalha com “hardware”?

Wikispeed

Agilidade e baixo custo no processo de desenvolvimento de um produto ou sistema é algo buscado por todos, sejam pequenos makers, empreendedores em estágio inicial ou grandes empresas. Mas como aplicar isso na prática? No universo do software, as metodologias já estão mais consolidadas. Mas, é possível ser ágil também em “hardware”? Veja o exemplo do projeto Wikispeed.

O projeto começou num no concurso da Fundação X-Prize. Conhecido por organizar competições ricamente dotadas com temas de prestígio (o voo espacial privado, sequenciamento de 100 genomas humanos em 30 dias e o envio de um robô para a lua), a fundação organizou em 2011 um concurso para desenhar um carro capaz de consumir a menor quantidade de combustível por 100 quilômetros. Nessas competições, as equipes são geralmente formadas por profissionais da indústria, empresas de sucesso e laboratórios acadêmicos. Leia Mais

Empresa brasileira ‘Griaule’ fornecerá tecnologia para militares dos EUA

Empresa brasileira Griaule fornecerá tecnologia para militares dos EUA

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos anunciou a decisão de usar uma empresa brasileira para fornecer sistemas de biometria a operações civis e militares que ocorrem na região dos governos asiáticos do Iraque e do Afeganistão. A escolha da companhia de tecnologia de Campinas, chamada Griaule, foi feita por meio de uma licitação e divulgada em setembro.

Apesar de não serem o destino final da compra, os Estados Unidos têm uma preferência estratégica por serem mediadores de transações de alto custo e complexidade entre nações aliadas.

A companhia escolhida trabalha principalmente com tecnologia de ponta para o reconhecimento de impressões faciais, íris, rosto e voz. A Griaule tem certificados emitidos pela polícia do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, pelo FBI e conta com clientes de renome, como o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) brasileiro. Leia Mais

Avião comercial da Boeing terá asas dobráveis

Avião comercial da Boeing terá asas dobráveis

Já imaginou viajar em um avião com asas dobráveis? A ideia em breve se tornará realidade e está sendo desenvolvida pela Boeing. O mais novo membro da família Triple Seven do fabricante americano, o 777X, promete reduzir o espaço ocupado pelo jato nos aeroportos e proporcionar economia de combustível. Em setembro, a companhia divulgou a primeira imagem das pontas das asas dobráveis.

Na década de 1990, a Boeing havia sugerido asas dobráveis em outro modelos de aviões, porém, o desinteresse do mercado fez a ideia permanecer no papel. Leia Mais

Huawei faz parceria com Oi para câmeras de reconhecimento facial

Huawei faz parceria com Oi para câmeras de reconhecimento facial

A parceria com a provedora é estratégica devido à vasta clientela da Oi que compra acesso à fibra ótica para a instalação de câmeras de vigilância. A empresa brasileira poderá definir quais parceiros podem se interessar pela tecnologia da Huawei.

Além da Oi, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia e a prefeitura de Campinas, em São Paulo, testam a tecnologia.

A diferença das câmeras da Huawei para dispositivos tradicionais de vigilância é o alto grau de precisão no reconhecimento de objetos e pessoas e os alertas que o sistema dá ao controlador, aperfeiçoados por sistemas de inteligência artificial.

Leia Mais