Como o Google Maps pode se tornar uma rede social que incomodará Facebook e Twitter?

Como o Google Maps pode se tornar uma rede social que incomodará Facebook e Twitter

O que é uma rede social, afinal? Para um consumidor, pode ser um lugar para compartilhar memes, fotos de gatos e selfies. Mas para uma empresa, é um lugar para reforçar e defender a marca, compartilhar informações sobre produtos, interagir com os clientes e participar de conversas relevantes com o mundo.

As empresas têm sites. Então, por que eles precisam estar no nas redes sociais? Porque social é onde os clientes estão, e onde vão elogiar ou reclamar das empresas uns aos outros – ou para descobrir informações sobre produtos e serviços. Leia Mais

Palavras e frases para usar – e evitar – ao falar com clientes

Palavras e frases para usar – e evitar – ao falar com clientes

A chave para qualquer relacionamento bem-sucedido é a comunicação eficaz. No mundo dos negócios, isso significa tentar entender o que os consumidores e clientes estão dizendo e respondê-los de forma compreensiva. Na maioria das vezes, porém, a maneira como as empresas usam a linguagem para persuadir, satisfazer ou retificar tem sido mais uma arte do que ciência.

O mundo do varejo, em particular, está repleto de frases de efeito, hábitos e modelos comumente copiados: “Diga isso com um sorriso”. “Nunca diga não”. “Desculpe é uma palavra mágica.” “O nome de uma pessoa é o som mais belo em qualquer idioma”. Mas essas e outras dicas antigas sobre como falar com os clientes realmente funcionam? Leia Mais

Como vender novos produtos – Líderes em vendas contam os segredos

Como vender novos produtos

Quando conversamos com as empresas sobre as maiores dificuldades que elas enfrentam para aumentar a receita, ouvimos uma queixa sistemática: os líderes seniores confiam muito em sua capacidade de desenvolver inovações, mas não em sua capacidade de comercializá-las. Nossa pesquisa indica que esse gap resulta de falta de processos formais e de estratégias efetivas de gestão de talento. Isso é um grande problema, porque limita os lucros que as empresas colhem de seus investimentos em P&D. Dizendo de forma mais simples, as empresas que investiram milhões sonhando com inovações para o mundo precisam de mais capacitação para vendê-las aos clientes.

Para entendermos por que isso é tão difícil, vasculhamos a literatura acadêmica, realizamos inúmeras entrevistas com líderes seniores de vendas e vários estudos por nossa conta. Leia Mais

LinkedIn quer levar seus contatos virtuais para o mundo real

LinkedIn quer levar seus contatos virtuais para o mundo real

Com tanta interação virtual, você ainda se lembra de como são os eventos presenciais? Se depender do LinkedIn, eles serão sua próxima nova atividade. A rede social anunciou hoje que está testando um recurso que permite criar eventos reais para que os usuários possam interagir cara a cara com seus contatos virtuais.

Com mais de 562 milhões de usuários, já faz tempo que a empresa observa esse movimento: na falta de um recurso específico, os eventos são promovidos diretamente nos feeds pessoais ou em grupos específicos. Além de convidar os contatos para os encontros, é comum ver o compartilhamento de fotos e vídeos. Neste ano, por exemplo, foram mais de 5 mil publicações sobre a conferência Grace Hopper, que reúne mulheres que atuam em tecnologia. Leia Mais

Como construir uma cultura centrada no cliente

Como construir uma cultura centrada no cliente

As empresas tentam há 20 anos adotar uma cultura centrada no cliente. Contudo, a CMO Council, associação de líderes de marketing, relata que apenas 14% delas dizem ter como marca registrada o foco no cliente e que apenas 11% acreditam que seus consumidores concordariam com tal afirmação.

Por que tantas empresas precisam de esforço para conseguir ter a centralidade no cliente? Atualmente, o volume, a velocidade e a variedade de dados do consumidor as sobrecarregam. Algumas não possuem sistemas e tecnologia para realizar segmentação e avaliação dos clientes. Para outras, faltam processos e recursos operacionais para alcançá-los com comunicações e experiências personalizadas. Leia Mais

A arte do “pitch de elevador”

A arte do pitch de elevador

Muito antes de seu filme favorito chegar a um cinema próximo, já havia sido apresentado em uma reunião de roteiro. Os roteiristas de Hollywood normalmente dispõem de três a cinco minutos para propor uma ideia, mas os produtores precisam de apenas 45 segundos para decidir se nela querem investir. Especificamente, os produtores estão ouvindo uma logline: uma ou duas frases que explicam sobre o que é o filme. Se não houver logline, na maioria das vezes, não há venda.

Um discurso vencedor começa com uma logline vencedora — uma lição preciosa para os inovadores de qualquer área. As inovações mais valiosas oferecem soluções inovadoras para problemas desafiadores. Leia Mais

Carrefour compra sites de comida e receitas por transformação digital

Carrefour compra sites de comida e receitas por transformação digital

O Grupo Carrefour comprou a e-Mídia, empresa de conteúdo digital sobre alimentação, gastronomia e bem-estar. A empresa não divulgou valores, mas o jornal Valor Econômico crava que a aquisição foi no valor de US$ 10 milhões. Com isso, o grupo assume controle dos sites Cyber Cook, Vila Mulher e Mais Equilíbrio. O Grupo Carrefour afirma que esse é mais um passo na estratégia de transformação digital da companhia.

De acordo com o grupo, o principal entre os negócios adquiridos é o Cyber Cook, que conta com 100 mil receitas, 90% delas enviadas como colaboração dos próprios usuários. Com a aquisição, Alexandre Canatella, CEO da e-Mídia, passa a liderar o negócio de dentro do próprio Carrefour. Leia Mais

Marketing de conteúdo crescerá 14% ao ano até 2021

Content Marketing World

Não é novidade que o investimento das marcas em marketing de conteúdo cresce. O negócio avança 15% ao ano desde 2015 e já movimenta mais de U$ 30 bilhões, segundo relatório anual da PQ Media, entidade que analisa tendências mundiais.

A PQ Media contabiliza a produção de branded entertainment, publieditoriais e publicidade nativa, em todas as plataformas. O mesmo relatório projeta que o negócio continuará crescendo 14% ao ano até 2021.

Isso significa que as marcas mudaram a maneira de se comunicar com seus clientes e consumidores. O conteúdo vem ocupando espaço cada vez mais maior nas estratégias de comunicação e sua produção, muitas vezes, é feita por times internos. Por outro lado, agências de publicidade e publishers no mundo todo também têm criado estúdios para produzir branded content. Leia Mais

Aprenda o que é lead e transforme potenciais clientes em fiéis compradores

Aprenda o que é lead e transforme potenciais clientes em fiéis compradores

Um Lead no Marketing Digital, é um potencial consumidor da sua marca, do seu produto ou serviço que demonstrou interesse em consumir.

Mas como esse interesse é demonstrado?

Geralmente, isso acontece através do preenchimento de dados por parte do usuário em um formulário de e-mail para receber uma oferta (Ex. e-book) ou uma assinatura de newsletter.

Após cadastro, o lead (cliente em potencial) passa a fazer parte do funil de vendas daquela empresa e é trabalhado pela equipe de marketing e vendas em esforços conjuntos no sentido do fechamento do negócio.

Com isso, lead se tornou sinônimo de qualquer visitante que informe seus contatos em troca de algum tipo de conteúdo. Lead também pode ser definido como alguém que entra em contato com a sua empresa interessado em mais informações sobre o seu produto ou serviço. Leia Mais

Como funciona o Marketing Digital?

Como funciona o Marketing Digital

Como a sua organização têm se preparado para a era digital? Não é segredo nenhum que a relevância dos canais tradicionais de transmissão e impressos tem diminuído, mudando completamente a dinâmica entre as empresas e o consumidor. Profissionais de marketing não conduzem mais as discussões. Todos os dias, as pessoas se tornam cada vez mais decisores e formadores de opinião.

Neste mercado digital competitivo, é incrivelmente difícil fazer com que sua mensagem se destaque frente ao número exessivo de comunicações que os consumidores recebem todos os dias. Com essa alta fragmentação dos canais, é fundamental tomar decisões estratégicas sobre sua audiência, conteúdo e plataformas.

O que costumava ser uma questão de identificar as necessidades e comunicar benefícios agora nos obriga a construir experiências imersivas que envolvem os consumidores. Isso significa que temos que integrar uma nova gama de habilidades e capacidades. É fácil se perder entre um mar de chavões e falsos gurus vendendo óleo de cobra. Aqui estão 6 princípios básicos: Leia Mais

6 dicas para criar um assunto de e-mail marketing campeão

6 dicas para criar um assunto de e-mail marketing campeão

Todos os dia logo em uma rápida olhada nas mensagens, começamos com um processo de exclusão em massa de e-mails que nem ao menos lemos, esbarrando no primeiro obstáculo de qualquer profissional de marketing: a escolha do remetente e do assunto ideal.

Essa é uma das partes mais importantes do seu conteúdo. Sem o cuidado devido, sua mensagem pode ir parar na lixeira em um clique. Estudos mostram que é necessário apenas 3 segundos para captar a atenção do seu cliente, por isso, investir em estratégias para o assunto é fundamental. Confira abaixo 6 dicas para criar um assunto de e-mail campeão:

Personalize seu assunto
A maioria dos profissionais de marketing possuem uma rica base de contatos com dados diversos dos clientes que não são usados de forma efetiva nas campanhas enviadas. Que tal personalizar seu assunto com o nome do seu cliente? Confira alguns estilos de textos que podem aumentar sua taxa de abertura: Leia Mais