Como o Google Maps pode se tornar uma rede social que incomodará Facebook e Twitter?

Como o Google Maps pode se tornar uma rede social que incomodará Facebook e Twitter

O que é uma rede social, afinal? Para um consumidor, pode ser um lugar para compartilhar memes, fotos de gatos e selfies. Mas para uma empresa, é um lugar para reforçar e defender a marca, compartilhar informações sobre produtos, interagir com os clientes e participar de conversas relevantes com o mundo.

As empresas têm sites. Então, por que eles precisam estar no nas redes sociais? Porque social é onde os clientes estão, e onde vão elogiar ou reclamar das empresas uns aos outros – ou para descobrir informações sobre produtos e serviços. Leia Mais

6 dicas para criar um assunto de e-mail marketing campeão

6 dicas para criar um assunto de e-mail marketing campeão

Todos os dia logo em uma rápida olhada nas mensagens, começamos com um processo de exclusão em massa de e-mails que nem ao menos lemos, esbarrando no primeiro obstáculo de qualquer profissional de marketing: a escolha do remetente e do assunto ideal.

Essa é uma das partes mais importantes do seu conteúdo. Sem o cuidado devido, sua mensagem pode ir parar na lixeira em um clique. Estudos mostram que é necessário apenas 3 segundos para captar a atenção do seu cliente, por isso, investir em estratégias para o assunto é fundamental. Confira abaixo 6 dicas para criar um assunto de e-mail campeão:

Personalize seu assunto
A maioria dos profissionais de marketing possuem uma rica base de contatos com dados diversos dos clientes que não são usados de forma efetiva nas campanhas enviadas. Que tal personalizar seu assunto com o nome do seu cliente? Confira alguns estilos de textos que podem aumentar sua taxa de abertura: Leia Mais

Dos palanques as redes sociais, a estratégia dos políticos é digital

Segundo estudos mais de 48 países foram afetadas por campanhas que influenciaram os eleitores em polêmicas políticas e manipularam o debate público nas redes sociais. Segundo relatório divulgado pelo Instituto de Internet da Universidade de Oxford.

Aqui no Brasil as empresas privadas e partidos políticos foram os maiores influenciadores das discussões on-line

Pesquisadores também mapearam a manipulação de acordo com as organizações responsáveis por praticá-la. No caso do Brasil, as empresas privadas (três ou mais) e políticos e partidos (dois) foram os maiores influenciadores do debate público nas redes sociais durante as eleições de 2010, período analisado pela universidade.

As agências do governo, organizações civis e os próprios cidadãos também foram considerados responsáveis diretos pela manipulação das discussões ocorridas na internet. Nas Filipinas em 2016 e nos EUA em 2008, houve influência de todos esses atores definidos pela pesquisa – os únicos dos 48 países analisados em que isso aconteceu.

De acordo com o relatório, as tropas cibernéticas utilizam uma variedade de técnicas para espalhar suas mensagens e conduzir o debate na internet. Uma dessas estratégias é o uso massivo de “comentaristas” que se engajam ativamente em conversas e discussões com usuários verdadeiros.

Estes comentaristas atuam em diversas plataformas diferentes, incluindo blogs, sites de notícias e, claro, redes sociais. Segundo a universidade britânica, há evidências de que os governos e partidos políticos usam essa ferramenta para manipular o debate na internet de três maneiras: espalhar propagandas favoráveis a seus pares; atacar e difamar a oposição; desviar o foco das discussões para assuntos menos relevantes. Leia Mais

Conheça as 8 melhores ferramentas para pesquisa de palavra-chave

Conheça as 8 melhores ferramentas para pesquisa de palavra-chave

Sem dúvida é a tarefa mais importante para se criar a base de todos os esforços de campanhas, ofertas de conteúdo e posts úteis para os interesses da sua audiência. Isso não só dá ideias sobre o que se passa na cabeça do público alvo, como também ajuda a preencher potenciais lacunas entre consumidores e os produtos ou serviços que estão procurando.

Embora a pesquisa de palavras-chave seja essencial para SEO e CPC, existem diferenças entre os dois. Com o CPC, você está basicamente dando lances em um leilão, pagando cada vez que alguém clica no anúncio. A posição dos seus anúncios nos resultados da pesquisa é determinada pelo seu lance, multiplicado pelo seu índice de qualidade, que em parte é composta da qualidade dos anúncios, palavras-chave e páginas de destino em seu site. Quanto maior a relevância das palavras do grupo de anúncios são uns aos outros, e aos seus anúncios e site, menos você terá que pagar por clique. Isso tem influência em quais palavras convertem mais, ou menos, nas suas campanhas no AdWords.

Pesquisa de palavra-chave para conteúdo

Muitas pessoas associam a pesquisa de palavras-chave apenas com o SEO, mas ela não deve ser menosprezada para Marketing de Conteúdo. O Google determina o ranking dos sites a partir das palavras-chave contidas no conteúdo, mas usa centenas de outras variáveis para determinar qual página tem o melhor conteúdo. Fazer bom conteúdo é tanto descobrir as melhores palavras quanto produzir conteúdo que atenda às demandas das pessoas que estão pesquisando esta palavra. Leia Mais