Tesla será o futuro do transporte sustentável?

Em uma longa entrevista dada a Kara Swisher, jornalista do site Recode, Elon Musk, CEO e fundador da Tesla, falou sobre os motivos que o inspiram para o trabalho à frente da montadora. Em uma recente entrevista ao New York Times, o executivo falou sobre como o último ano tem sido exaustivo. O assunto veio também nessa conversa com o Recode.

Questionado sobre por que continuar com uma rotina de trabalho massacrante, Musk respondeu mostrando que considera o trabalho de sua empresa crucial para o futuro do planeta. “Tesla não pode morrer. Tesla é incrivelmente importante para o futuro do transporte sustentável e para a geração de energia, diz Musk. “O propósito fundamental, o bem fundamental que a Tesla gera é acelerar o advento do transporte sustentável e da produção de energia.”

A Tesla é uma montadora de carros elétricos, com um potfólio que inclui, por exemplo, modelos luxuosos, sedãs e um novo carro que busca popularizar o uso de energia elétrica para o transporte, o Model 3. Paralelamente aos esforços automotivos, a empresa também comercializa soluções para captação de energia solar em casas ou fábricas e também baterias para armazenamento dessa energia, tornando possível a autosuficiência energética—sem a dependência de uma rede integrada para obtenção de energia, digamos, durante a noite.

Na opinião do executivo, o trabalho que a Tesla realiza tem avançado na produção de tecnologia para energia elétrica em um ritmo acelerado. “Acredito que seja justo dizer que a Tesla avançou em energia sustentável o equivalente a cinco anos, de forma conservadora, ou talvez algo próximo a 10, e se continuarmos a fazer progresso, nós talvez avancemos o equivalente a 20 anos”, afirma. “Isso poderia fazer toda a diferença no mundo.”

Ao mesmo tempo, o executivo afirma que as grandes dificuldades deste ano são, em grande parte, por conta do setor no qual a Tesla atua. “A história de montadoras na América é terrível. As únicas que não quebraram são Tesla e Ford. Todas as outras quebraram”, afirmou.

Sobre as polêmicas nas quais se envolveu nos últimos meses, Musk foi ponderado e disse que repensaria algumas de suas ações. Em especial, ele falou sobre o uso do Twitter. “É justo dizer que eu provavelmente não deveria ter tuitado algumas das coisas que tuitei, coisas não muito sábias. E provavelmente não teria entrado em algumas das brigas online nas quais me meti. E também não deveria ter atacado jornalistas, provavelmente não devesse ter feito aquilo”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *