Conheça os aplicativos de transporte que atendem exclusivamente mulheres

Na última segunda-feira (28), a escritora Clara Averbuck denunciou um caso de estupro envolvendo um motorista do Uber. Em relato publicado em seu perfil no Facebook, Clara contou que o motorista se aproveitou de sua embriaguez para molestá-la.

Para ampliar o debate e chamar a atenção para esses casos, a escritora lançou uma campanha na Internet para que outras mulheres compartilhem relatos de assédio ou estupro que já sofreram em táxis ou carros de aplicativos de carona. A ideia é mostrar que essas situações são mais comuns do que se imagina.

“Você tem uma história de abuso ou assédio no uber, táxi, cabify, qualquer um desses serviços? Não tenha medo e nem vergonha. A culpa não é sua”, escreveu na publicação que fez sobre a campanha.

Como alternativa e uma forma de resposta ao crescente assédio nesses serviços, startups brasileiras lançaram aplicativos dedicados, exclusivamente, a transportar mulheres. O principal diferencial? Aqui, a mulher também assume o volante.

Na lista abaixo, separamos os aplicativos que se mostram como uma alternativa mais segura e confortável para mulheres, sejam elas motoristas ou passageiras. Leia Mais