Cuba vai finalmente entrar na era da internet?

cuba na internet

Não importa o quanto você diga para quem viaja a Cuba que ele ou ela ficará offline durante sua estadia – eles costumam não acreditar até a chegada em Havana.

Quando chegam, descobrem que seus iPads e smartphones de repente só servem para tirar fotos e que estas, para seu desalento, não podem ser compartilhadas imediatamente em suas contas no Instagram ou no Facebook.
Tanto os millennials obcecados pelo Snapchat quanto os workaholics viciados em e-mail olham descrentes para os celulares, à espera do familiar sinal 4G, enquanto percebem que passarão por um detox digital forçado.
Por outro lado, muitos dos que viajam a Cuba apreciam a oportunidade de se desconectar.
Mas o que para um turista não passa de uma inconveniência temporária é, na verdade, uma realidade diferente para os cubanos.

Algo distante

Por anos, a sensação de quem estava na ilha era que a internet era algo acontecendo em outro lugar, com outras pessoas.
Recentemente, porém, ficou mais fácil, e barato, ficar online em Cuba.
Existem agora mais de 240 pontos de wi-fi públicos espalhados pelo país, e o preço por uma hora de acesso a internet – embora ainda seja caro para os padrões internacionais – caiu pela metade, para algo equivalente a R$ 4,70. »Continue lendo – Cuba vai finalmente entrar na era da internet?…