Como Colocar Meu Site na Primeira Página do Google

como-ficar-primeiro-lugar-google

 

Talvez esta seja a resposta mais desejada por todos aqueles que não entendem como seu site ou blog, não atingem as primeiras colocações nas buscas no Google.

O que acontece na maioria das vezes é que não basta ter um site legal ou bem estruturado para obter boas colocações, é necessário bom conhecimento nas técnicas de SEO (do inglês, Search Engine Optimization).

Sites de busca, também chamados de motores de busca, mecanismos de busca, mecanismos de pesquisa ou simplesmente buscadores, são hoje a principal fonte de procura de informações por todo o tipo de usuários da internet. A sua importância comercial torna-se evidente. Aparecer ou não aparecer no Google pode ser a diferença entre o sucesso ou fracasso de uma empresa. Isso é válido não apenas para empresas de e-commerce, que vendem produtos diretamente em suas lojas virtuais, mas para qualquer negócio onde os potenciais clientes utilizam-se da internet para buscar os seus fornecedores ou prestadores de serviços.

Ok, então o que é SEO,? SEO é um conjunto de técnicas que têm como principal objetivo tornar os sites mais amigáveis para os sites de busca, trabalhando palavras-chave selecionadas no conteúdo do site de forma que este fique melhor posicionado nos resultados orgânicos (Não pagos).

Então o dinheiro está nas palavras-chave corretas?

Sim, uma pesquisa de palavras-chave bem analizada é fundamental para o seu sucesso no posicionamento no Google.

É imprescindível encontrar palavras-chaves quentes para seu negócio ou nicho, ou seja, encontre  termos que as pessoas costumam pesquisar quando querem comprar algum produto ou serviço na internet.

Como fazer a pesquisa de palavra-chave do jeito certo

Passo 1: Faça uma lista de tópicos relevantes, com base no  seu serviço ou produto.

Para fazer isso, comece a pensar em termos genéricos que sejam relacionados ao seu negócio. Você deve começar com uma lista de 5 a 10 termos que você acredita serem importantes para o seu negócio para depois encontrar palavras-chave específicas.

Se você já tem um site ou blog e acompanha os seu Analytics, provavelmente você já deve saber quais são os termos mais pesquisados. Mas se ainda não sabe, não tem problema. Coloque-se no lugar do seu público. Que tipo de busca as pessoas fariam se quisessem encontrar o seu produto ou serviço?

Para chegar no meu site, por exemplo, as pessoas pesquisam sobre “Bolo de Milho”, “Bolo de Milho Verde” ou “Como fazer Bolo de Milho” e outros termos nesse segmento.

Preste atenção, qual seria o grupo de palavras mais relevante para o seu segmento?

  • Bolo de Milho;
  • Bolo de Milho Verde;
  • Como fazer Bolo de Milho;
  • Como fazer Bolo de Milho Verde;

A resposta é Bolo de Milho para o termo mais abrangente em relação as 4 situações.

Vejamos outro exemplo:

  • Otimizar sites;
  • Otimizar sites no Google;
  • Como otimizar sites no Google;
  • Dicas para otimizar sites;
  • Aprenda como otimizar sites para os principais buscadores;

Passo 2: Complemente os tópicos encontrados com palavras-chave relacionadas.

Agora que você levantou os principais tópicos sobre o seu negócio, é hora de identificar as palavras-chave relacionadas a eles. Essas palavras que serão usadas para conseguirmos tráfego quente. Identificando as palavras-chave corretas, conseguimos chegar ao topo do Google com pouco esforço.

A ideia aqui é ir pensando em termos relacionados ao seu site e ir jogando no Google para colher mais informações.

O objetivo deste passo não é chegar nas palavras-chave finais. O intuito aqui é encontrar frases ou palavras para que você consiga colocar nas ferramentas que eu vou mostrar e achar os termos que realmente dão dinheiro.

Sim você também pode usar o Planejador de Palavras do Google para saber quantas buscas cada uma dessas palavras têm e se a concorrência é alta o baixa para cada palavra ou frase escolhida.

Passo 3: Investigação profunda de palavras-chave

Agora vem a parte mais delicada, focar nas palavras ou frases mais relevantes dentro das que você já procurou no Google.

É necessário ter muita criatividade e paciência para observar quais os resultados mais interessantes ao fazer buscas no Google. Faça sua escolha baseada nos resultados obtidos para cada palavra solicitada no navegador.

Depois que você digitar o termo na pesquisa, vá até o fim da página e veja algumas sugestões que o próprio buscador te dá. Essas palavras podem te dar ideias para termos que você queira colocar na sua lista.

Passo 4: Palavras-chave de cauda longa

Palavras-chaves cauda longa ou long tail keywords ou são geralmente formadas por três ou mais palavras criando uma pequena frase e representando uma busca mais personalizada.

Tais palavras representam uma forma de se diferenciar tanto com a compra de palavras-chave no Google, quanto com a execução de boas práticas de SEO. Assim, as keywords genéricas são deixadas de lado para se dar preferências a palavras-chave mais específicas, e que estejam mais próximas do conteúdo que você quer divulgar. Ou seja, termos mais específicos que representem com mais realidade a intenção do seu conteúdo.

Além disso, o uso desse tipo de palavra possibilita, principalmente, a segmentação de visitas no topo de funil, trabalhando a atração dos leads. À primeira vista parece ser uma aposta arriscada, já que envolve palavras que representam um volume menor de buscas, e consequentemente atingem um número menor de pessoas em busca do seu produto ou serviço.

Por outro lado, a estratégia com cauda longa representa um enorme ganho com a possibilidade de fazer com que as pessoas que buscam pela sua empresa, encontrem algo mais próximo da realidade das pesquisas que elas fazem. Isso também contribui para um aumento do índice de qualidade do seu anúncio no Google Adwords.

 

google-adwords

 

Vamos supor que você tenha um site que venda artigos esportivos para surfistas em Santa Catarina e queira que os esportistas encontrem seus produtos na primeira página do Google de forma orgânica, ou nas primeiras posições anunciando pelo Adwords. O uso de palavras-chave como loja surf, prancha de surf, surf, pranchas surf, dentre outras que são bem generalistas, podem fazer com que esse surfista não encontre sua página, pois a concorrência por esses termos é bastante elevada. No caso da mídia paga é ainda pior, pois a visualização e o clique poderão custar uma boa quantia de dinheiro, e que não levarão necessariamente o visitante à compra.

Um bom exemplo de palavras-chave cauda longa que especificariam os interesses desse surfista, seriam:

prancha de surf nova
prancha de surf usada
onde comprar prancha de surf
preços de prancha de surf santa catarina
comprar prancha de surf
prancha de surf preços
prancha de surf iniciante
loja de surf sc

Essas palavras possuem uma média de pesquisas mensais menor do que prancha, prancha de surf. Em compensação, são palavras que aumentam as chances de compra dos surfistas, pois os interesses estão direcionados de forma mais clara. Ou seja, essas palavras geralmente possuem uma taxa de conversão maior que as de cauda curta, e também uma concorrência menor do que o habitual.

Um outro ponto interessante do uso desses termos são os diferentes direcionamentos que eles podem dar a quem está fazendo uma pesquisa no Google. Consumidores que ainda não estão preparados para o momento de compra provavelmente usarão palavras mais informacionais em sua busca pela rede, como por exemplo:

como encontrar a prancha certa
como escolher sua prancha de surf
marca de prancha de surf
top 10 melhores pranchas de surf
tamanhos de prancha de surf

Em compensação consumidores que já estão mais avançados na jornada de compra, e consequentemente procurando por conteúdos mais comerciais, podem usar palavras mais voltadas para compra e venda como os seguintes termos:

comprar
alugar
revisar
desconto
cupom
encomenda

Quanto mais próximo da resposta o visitante chegar em uma pesquisa, maior é a probabilidade de clique no link. E maior é a chance de que ele tenha sua questão resolvida. Facilitar o caminho da audiência no objetivo de sua página, seja compra, conversão, assinatura ou outra ação, é também uma forma de iniciar um bom relacionamento com seus novos clientes.

Passo 5: Veja as palavras-chave dos concorrentes

Essa parte é a mais legal. Descobrir o que  os concorrentes estão fazendo. Talvez você não saiba, mas é possível descobrir quais palavras estão gerando mais visitas para os nossos concorrentes.

Isso pode te ajudar a encontrar brechas e pegar um pouco mais tráfego.

Uma forma de conseguir tomar esse tráfego do concorrente é criando um conteúdo mais completo e mais otimizado que o dele. Nem sempre é tão simples, mas se a concorrência for baixa, isso é possível sim. Se a concorrência for maior, você precisará de bons backlinks.

 

backlinks

 

Acredito que você deva estar curioso pra saber como encontrar as palavras-chave dos concorrentes.

Para isso, vamos usar a ferramenta SEMRush. Ela é paga, mas permite algumas pesquisas gratuitas diariamente. O uso dessa ferramenta é bem simples. Basta colocar o link do seu concorrente no site e mandar bala!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *