Google lança bloqueador de anúncios no Chrome

Google lança bloqueador de anúncios do Chrome

O Google Chrome lançou hoje seu bloqueador de anúncios nativo para lutar contra as propagandas de má qualidade, que se sobrepõem ao conteúdo, tocam som ou ocupam espaço excessivo na tela. O recurso será ativado para todos os usuários do navegador a partir desta quinta-feira (15).

Diferente de outros adblockers, como Adblock Plus ou uBlock Origin, o recurso nativo do Chrome não tentará bloquear todos os banners, somente os de sites que mostram anúncios intrusivos. As propagandas de má qualidade foram definidas pela Coalition for Better Ads, com base em pesquisas com mais de 25 mil usuários.

No desktop, existem quatro tipos de anúncios intrusivos: pop-ups que ficam sobre o conteúdo; vídeos que tocam automaticamente com som; anúncios de tela cheia com contagem regressiva para fechá-los; e banners grandes fixados na página.

Nos smartphones, a lista é composta por oito casos. Além dos quatro para desktops, ficam proibidos os anúncios que ocupam mais de 30% do espaço do conteúdo principal; banners animados que piscam ou trocam de cor rapidamente; anúncios de tela cheia com contagem regressiva que aparecem depois que você toca em um link; e propagandas de tela cheia durante a rolagem de página. Leia Mais

Novo Google Pay combina Android Pay e Google Wallet

Pagar com os nossos smartphones pode estar mais fácil do que nunca, mas entender qual serviço usar, e quando, não. Há o Android Pay (lançado recentemente no Brasil) para filas com caixas, o Google Wallet para enviar dinheiro aos amigos, e o recurso de auto-preenchimento do Chrome para compras on-line. Agora, o Google quer facilitar a sua vida ao reunir todos os apps e métodos de pagamento em um único serviço chamado Google Pay.

Ainda não está totalmente claro como isso tudo vai funcionar. Em um post no blog da empresa, o VP de produtos de pagamentos Pali Bhat afirma que o Google Pay deixará os pagamentos digitais “mais simples, seguros e consistentes” ao reunir todos os seus serviços de pagamentos em uma única marca. Não parece que os métodos vão se diferenciar, mas a experiência do usuário deve ser levemente simplificada.

“Com o Google Pay, será mais fácil usar as informações de pagamento salvas na sua Conta Google, para que você possa acelerar a finalização de uma compra com tranquilidade. Nas próximas semanas, você verá o Google Pay on-line, nas lojas, e nos produtos Google, assim como quando for enviar dinheiro para amigos.”

Mas é aqui que as coisas ficam um pouco confusas. O Google afirma que o Google Pay está disponível agora para “Airbnb, Dice, Fandango, HungryHouse, Instacart, e outros apps e sites que você ama”. Isso significa que o serviço está sendo liberado para mais sites? As empresas precisam fazer algo para poderem suportar o novo serviço? E há um novo serviço para oferecer suporte, aliás? Leia Mais

Files Go do Google libera a memória do seu celular

Files Go

Dias depois de apresentar um aplicativo que ajuda o controlar o uso do 3G e do 4G , o Google lançou outra ferramenta para simplificar o dia a dia dos usuários. Batizado de Files Go, o novo app é um gerenciador de arquivos voltado para liberar memória do celular com mais rapidez. O serviço também ajuda a localizar os arquivos e compartilhá-los com outras pessoas com mais agilidade.

Ao instalar o Files Go , os usuários recebem sugestões sobre os arquivos que podem ser excluídos, como aplicativos pouco utilizados, arquivos muito grandes ou arquivos duplicados . O gerenciador também consegue identificar memes e vídeos em baixa resolução com a ajuda da tecnologia Mobile Vision, desenvolvida pelo Google, para indicar onde você pode ganhar espaço no celular.

Para ajudar a encontrar os arquivos mais rapidamente, o aplicativo oferece uma série de filtros inteligentes que organizam imagens, vídeos, apps e documentos de forma automática. Todo o material pode ser enviado para o Drive, serviço de armazenamento na nuvem do Google. Para isso, basta selecionar o arquivo desejado e escolher a opção de backup para a plataforma ou em qualquer outra ferramenta de armazenamento na nuvem. Leia Mais

Fones de ouvido do Google faz tradução simultânea

Google lançou uma nova tecnologia que vai quebrar de vez a barreira dos idiomas: fones de ouvido que fazem tradução simultânea.

A tecnologia utilizada é a Pixel Buds, a mesma do Google Tradutor. Por conta disso, ele oferece suporte para 40 línguas.

Com o recurso ativado, quando uma pessoa fala com você, o microfone capta o áudio e devolve o sinal de áudio com a tradução do que foi dito. Há um delay nesse processo, mas a demonstração do Google no palco do seu principal evento de hardware do ano, realizado em San Francisco nesta semana, mostra que esse tempo é de segundos.

Para simular o processo de tradução dos fones de ouvido, você pode usar o aplicativo grátis do Google Tradutor no seu smartphone. Leia Mais