90% dos médicos adotarão tecnologias móveis no leito do paciente.

90% dos médicos adotarão tecnologias móveis no leito do paciente.
Um estudo realizado pela Zebra Technologies junto à comunidade médica aponta que dentro de cinco anos, 90% dos médicos e profissionais de saúde esperam estar usando tecnologias móveis no leito dos pacientes de hospitais de terapia intensiva. A pesquisa, chamada Futuro da Saúde: 2022 – Estudo Hospitalar, identificou o aumento do uso de laptops, tablets, scanners de código de barras sem fio e impressoras portáteis nos hospitais.

Mais de 2/3 dos entrevistados (72%) acreditam que a vantagem do uso desses equipamentos é melhorar a qualidade dos serviços prestados por oferecer informações atualizadas no leito dos pacientes e, com isso, reduzir a probabilidade de erros e diminuir a burocracia. Como efeito colateral positivo, os entrevistados indicam também um aumento do tempo de contato entre o médico e seus pacientes. Do lado dos pacientes, o interesse é reforçado: oito entre dez pacientes disseram sentir-se mais seguros por causa da tecnologia adotada.

Segundo dados da pesquisa, quase todos os hospitais participantes do estudo planejam adotar dispositivos móveis perto dos pacientes, seja por enfermeiros (97%) ou por médicos (98%), até 2022. Um dado interessante é que os hospitais esperam estender tais tecnologias para todo o ecossistema ligado a eles, como farmacêuticos, radiologistas, técnicos de laboratório e responsáveis pelo transporte de pacientes. Leia Mais

Conheça os 15 aplicativos com super poderes

Conheça os 15 aplicativos com super poderes

Conheça os 15 aplicativos com super poderes. Desde gestão de tarefas até umas “bruxarias” com emails. Teste um de cada vez. Tentar adotar todos ao mesmo tempo é um pouco de loucura. Não adianta ter um montão de aplicativos e não usar nenhum direito.

1.
Eu já conhecia o Pipefy desde que foi lançado, mas há uns meses comecei a usá-lo pra valer. Que app sinistro! O pessoal conseguiu fazer gestão de processos de um jeito leve, natural e robusto! Brilhante! E, eles tem um plano gratuito que dá para fazer muita coisa para quem quiser começar!

2.Quip
Esse é pouco conhecido no Brasil, mas é um dos mais legais dessa lista. O pessoal da Quip conseguiu fazer uma mistura muito fluida de editor de texto com planilha. Outra coisa bacana é o aplicativo mobile, excelente para quem navega entre o notebook e o celular para escrever os seus conteúdos. Além disso, ele usa markdown que é um forma super prática e rápida de formatar um texto.

3.Rung
O Rung é bem recente, mas já traz algumas funcionalidades muito úteis. Ele é um gestor de excepcionalidades com uso pessoal e corporativo. Gosto dele para ficar de olho em produtos (e passagens) que quero comprar, entregas do correio, bolsa de valores e cotação de moedas. Só configurar tudo lá e o robô do Rung busca as coisas que eu quero. Muito prático! Leia Mais

Novo Google Pay combina Android Pay e Google Wallet

Pagar com os nossos smartphones pode estar mais fácil do que nunca, mas entender qual serviço usar, e quando, não. Há o Android Pay (lançado recentemente no Brasil) para filas com caixas, o Google Wallet para enviar dinheiro aos amigos, e o recurso de auto-preenchimento do Chrome para compras on-line. Agora, o Google quer facilitar a sua vida ao reunir todos os apps e métodos de pagamento em um único serviço chamado Google Pay.

Ainda não está totalmente claro como isso tudo vai funcionar. Em um post no blog da empresa, o VP de produtos de pagamentos Pali Bhat afirma que o Google Pay deixará os pagamentos digitais “mais simples, seguros e consistentes” ao reunir todos os seus serviços de pagamentos em uma única marca. Não parece que os métodos vão se diferenciar, mas a experiência do usuário deve ser levemente simplificada.

“Com o Google Pay, será mais fácil usar as informações de pagamento salvas na sua Conta Google, para que você possa acelerar a finalização de uma compra com tranquilidade. Nas próximas semanas, você verá o Google Pay on-line, nas lojas, e nos produtos Google, assim como quando for enviar dinheiro para amigos.”

Mas é aqui que as coisas ficam um pouco confusas. O Google afirma que o Google Pay está disponível agora para “Airbnb, Dice, Fandango, HungryHouse, Instacart, e outros apps e sites que você ama”. Isso significa que o serviço está sendo liberado para mais sites? As empresas precisam fazer algo para poderem suportar o novo serviço? E há um novo serviço para oferecer suporte, aliás? Leia Mais

Conheça o Amazon Fire TV Stick, concorrente do Cast

Depois do Kindle, a Amazon inaugura mais uma grande linha de produtos no mercado brasileiro: Fire TV. O primeiro modelo a desembarcar no país é o Fire TV Stick, um dispositivo compacto que se conecta a uma TV para fazer streaming de conteúdos do Prime Video, Netflix, YouTube e outros serviços.

Custando R$ 289, ele concorre em preço com o Chromecast e possui um formato que lembra o gadget do Google, mas tem diferenças importantes: é totalmente independente do smartphone, acompanha um controle remoto e apresenta uma interface completa, bem parecida com a que encontramos em Smart TVs.

O Fire TV Stick é prático. Ele não exige um smartphone para nada, por isso, nenhum membro da família precisa instalar um aplicativo ou aprender a se conectar ao dispositivo. O aplicativo para Android e iOS é basicamente uma versão virtual do controle remoto físico. A vantagem em instalá-lo é poder digitar com o teclado do smartphone (em vez de cansar os dedos apertando teclas direcionais). Leia Mais

Files Go do Google libera a memória do seu celular

Files Go

Dias depois de apresentar um aplicativo que ajuda o controlar o uso do 3G e do 4G , o Google lançou outra ferramenta para simplificar o dia a dia dos usuários. Batizado de Files Go, o novo app é um gerenciador de arquivos voltado para liberar memória do celular com mais rapidez. O serviço também ajuda a localizar os arquivos e compartilhá-los com outras pessoas com mais agilidade.

Ao instalar o Files Go , os usuários recebem sugestões sobre os arquivos que podem ser excluídos, como aplicativos pouco utilizados, arquivos muito grandes ou arquivos duplicados . O gerenciador também consegue identificar memes e vídeos em baixa resolução com a ajuda da tecnologia Mobile Vision, desenvolvida pelo Google, para indicar onde você pode ganhar espaço no celular.

Para ajudar a encontrar os arquivos mais rapidamente, o aplicativo oferece uma série de filtros inteligentes que organizam imagens, vídeos, apps e documentos de forma automática. Todo o material pode ser enviado para o Drive, serviço de armazenamento na nuvem do Google. Para isso, basta selecionar o arquivo desejado e escolher a opção de backup para a plataforma ou em qualquer outra ferramenta de armazenamento na nuvem. Leia Mais

WhatsApp lança ferramenta de comunicação entre empresas e clientes

O WhatsApp anunciou recentemente novos recursos corporativos para facilitarem a comunicação entre empresas e clientes. Ainda em testes, a novidade ainda não tem previsão de quando será lançada de forma geral no mercado.

O Itaú será a primeira grande empresa do Brasil a utilizar a nova ferramenta do aplicativo de mensagens do Facebook. Segundo o banco, os testes com o piloto serão iniciados “em breve” com clientes Personnalité Digital.

De acordo com um comunicado da instituição financeira, o projeto tem a intenção de facilitar o diálogo entre os clientes e seus gerentes. Entre as funcionalidades estudadas pelas companhias estão o envio de notificações e de alertas. Leia Mais

Conheça os aplicativos de transporte que atendem exclusivamente mulheres

Na última segunda-feira (28), a escritora Clara Averbuck denunciou um caso de estupro envolvendo um motorista do Uber. Em relato publicado em seu perfil no Facebook, Clara contou que o motorista se aproveitou de sua embriaguez para molestá-la.

Para ampliar o debate e chamar a atenção para esses casos, a escritora lançou uma campanha na Internet para que outras mulheres compartilhem relatos de assédio ou estupro que já sofreram em táxis ou carros de aplicativos de carona. A ideia é mostrar que essas situações são mais comuns do que se imagina.

“Você tem uma história de abuso ou assédio no uber, táxi, cabify, qualquer um desses serviços? Não tenha medo e nem vergonha. A culpa não é sua”, escreveu na publicação que fez sobre a campanha.

Como alternativa e uma forma de resposta ao crescente assédio nesses serviços, startups brasileiras lançaram aplicativos dedicados, exclusivamente, a transportar mulheres. O principal diferencial? Aqui, a mulher também assume o volante.

Na lista abaixo, separamos os aplicativos que se mostram como uma alternativa mais segura e confortável para mulheres, sejam elas motoristas ou passageiras. Leia Mais