4 maneiras de ter foco e conquistar sucesso na vida

foco

A rapidez dá o tom da comunicação de hoje. A linguagem é simplificada, recheada de abreviações. Assim, é cada vez mais difícil que as pessoas consigam foco e concentração para, por exemplo, ler um livro de 200, 300 páginas. Até as conversas longas estão ameaçadas de extinção, assim como nossa capacidade de argumentação. Incentive a si mesma a fazer diferente. Ao lermos uma obra clássica cheia de páginas, estimulamos nosso cérebro a pensar em enredos maiores e detalhados, que, em geral, não são de fácil digestão e exigem uma dedicação maior. Vale usar a força do grupo: organize um clube do livro, reunindo amigos para discutir obras, ou forme um grupo para debater temas da atualidade.

Abaixo 4 valiosas dicas para você manter o foco nos seus objetivos:

1. Desconecte-se

Que o mundo está cada vez mais digital, nós já sabemos. Mas qual é a consequência de uma vida conectada por 24 horas? Para Daniel Goleman, autor do best-seller Inteligência Emocional, corremos o risco do empobrecimento da atenção, pois estamos constantemente lutando contra as distrações das telas – tablet, celular, computador, TV – e quase sempre perdemos. Ao ficarmos online, nossa concentração é afetada o tempo todo. “Pulamos de um assunto para outro muito rapidamente, sem nos aprofundarmos em nada”, observa o pesquisador e palestrante americano Robert Greene, autor de Maestria (Editora Sextante). Se precisar focar para valer em uma tarefa, não hesite em se desconectar nessas horas. A simples atitude promete aumentar seu rendimento.

2. Acalme sua mente

Muito se fala dos efeitos benéficos da meditação. “Tem o poder de acalmar a mente e melhorar a concentração para qualquer tema”, afirma Robert Greene. Mas, se você nunca teve a chance de aprender a técnica, há opções práticas, ao alcance de todos, para sossegar a cabeça. Um exemplo é, pela manhã, organizar uma lista de tarefas do dia. “Ao criar uma ordem de prioridades, o cérebro forma uma imagem mental do que precisa ser feito e já prevê a satisfação que será sentida depois da realização”, explica o terapeuta Luiz Fernando Garcia, de São Paulo, autor de O Cérebro de Alta Performance (Editora Gente). “Isso diminui a ansiedade e faz agir.” Outra dica é investir no pensamento positivo. Ao repetir para si mesma que é capaz de completar determinada tarefa ou realizar um sonho, todo o seu corpo é induzido a manter a confiança e o foco no que interessa.

3. Mergulhe na divagação

Aquela lembrança das férias que a atinge no meio do expediente, durante um dia chuvoso, talvez seja de grande utilidade. Basta conhecer seu valor e saber usá-la. “A divagação é boa para profissionais que precisam ser criativos e chegam a um beco sem saída”, diz Goleman. Quando estamos muito concentrados, tendemos a fechar os olhos e perder a sensibilidade para novas influências e descobertas. Manter a mente aberta para um ou outro devaneio deixa o caminho livre para ter os melhores insights – e a produtividade cresce ainda mais. Quando surgir uma boa ideia, use um dos recursos anteriores para retomar a atenção na tarefa.

4. Saiba isolar as preocupações

Seu prazo de entregar o relatório está estourando, mas lembranças de um problema familiar atrapalham a sua concentração? O fluxo da sua atenção está sendo interrompido pelas emoções. Se não der para resolver a questão de imediato e livrar a mente, tente isolar a preocupação até terminar o trabalho. O ideal é reservar uns minutos para ir a um lugar silencioso e respirar fundo algumas vezes. Espere o corpo se acalmar e sinta diminuir a pressão e a intensidade da adrenalina. “Depois, imponha metas de curto prazo”, ensina Garcia. Se você se propõe a finalizar mais duas páginas na próxima meia hora, ficará mais fácil manter a atenção do que se pensar só no fim da tarefa. Lembre-se de que, quanto antes terminar, mais cedo poderá tratar do assunto pessoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *